Muito além da roupa suja

Aquele Abraço

Conforme contei no post anterior, essa semana viajei a trabalho. Passei 2 dias e meio em Forno Alegre e Sol Jerônimo. Porque a maior mentira do mundo é quando falam que no Sul faz frio, gente! Fui tapeada!

Mas a viagem já sinalizou o sucesso quando vimos, no aeroporto, Edson Celulari falando no celular. Pleonasmo ótimo! chegando lá, o trabalho rendeu bastante e conseguimos resolver bastante das pendências que tínhamos por lá.

Cheguei em casa na quinta a noite e já fiz os ajustes necessários na mala que iria para o Rio de Janeiro. Hoje, no trabalho, quando fui fazer o check-in online e garantir a minha cadeira na janelinha com vista para a Baía de Guanabara, eis que descubro: sou muito burra.
Não sei o que eu cliquei lá no site da TAM enquanto comprava as passagens, mas houve um resetamento das minhas seleções e eu acabei comprando passagem para as primeiras ponte aéreas de sexta e domingo. Sim, dois vôos que saíam às 6 da manhã cada um. Sim, uma escolha totalmente errada e absurda que eu não verifiquei no momento da compra. Sim, eu descobri isso às 8h20 da manhã da sexta-feira. Foram 8 mil milhas e 50 reais JOGADOS NO LIXO.

E é assim que eu não fui no Rio de Janeiro e não encontrei minhas amigas cariocas.
Alô, fim de semana! Aquele abraço!

2 Respostas para Aquele Abraço

Deixe um Comentário