Como montar um roteiro?

Como montar um roteiro?

Faltam 56 dias para as minhas férias e estou começando a ficar ansiosa, pois não tenho nem um terço do roteiro pronto. Esse é o risco de quando a gente planeja com muita antecedência: comprei os guias da Califórnia há quase um ano e agora estou super acostumada a vê-los fechados.
Por isso resolvi compartilhar aqui um pouco sobre como montar um roteiro, principalmente para cidades que visito pela primeira vez. Quem sabe, assim, não acabo usando minhas próprias dicas?

Às vezes pode parecer óbvio, mas a primeira coisa que você deve se perguntar ao escolher um destino é: porque fiz essa escolha? Isso ajuda a direcionar o foco da sua viagem. Como vocês já sabem, eu escolho tudo com meses de antecedência, então tenho muito tempo para ficar anotando dicas de lugares interessantes para visitar. Outra coisa que eu acho muito importante é comprar um guia da cidade. Por mais manjadas que possam ser as dicas de hotéis e restaurantes, o guia ajuda muito mostrando as principais atrações da cidade, explica meios de transporte, diferenças culturais (etiqueta) e outras coisas que são bem úteis o tempo todo. Eu também acho muito mais fácil carregar um guia do que imprimir um monte de papel com dicas de blogs e afins; esses eu anoto em um caderninho que anda sempre na minha bolsa. Outro ponto a favor dos guias é que, geralmente, eles já vem com um mapa das ruas da cidade, então é uma coisa a menos pra você se preocupar.

De guia na mão, eu leio ele praticamente todinho. Isso mesmo, tem quem goste! Aí vou anotando todos os passeios que quero fazer e pontos turísticos que quero conhecer. Dependendo do tamanho da cidade, você pode usar um código de cores para cada região. Isso facilita um absurdo na hora de visualizar as atrações que ficam próximas umas das outras para montar o roteiro de cada dia.

Como montar um roteiro?

Esse é o método que eu uso quando não conheço uma cidade, ou quando vou pra Disney, é o cúmulo do roteiro neurótico, eu sei. Mas nem todas as viagens precisam ser assim. Na verdade, no fim das contas, o roteiro acaba servindo como base e não como obrigação. É que eu prefiro muito mais já ter uma idéia do que farei ao longo do dia do que enfrentar toda a pressão da decisão durante o café da manhã.
A gente precisa SEMPRE se permitir andar sem rumo pelos lugares porque, no final das contas, é o que faz a melhor parte da viagem. Mas eu realmente prefiro ter uma noção, hahahaha!

Espero ter ajudado alguém (e a mim mesma), pois sem o quanto esse assunto gera aflição em alguns. Por falar nisso, lembrei deste vídeo que fiz para uns amigos há algum tempo atrás. Acho que encaixa perfeitamente com o tema; segue abaixo:

Deixe um Comentário

  1. Pingback: Roteiro Los Angeles: primeira vez | Desfazendo as Malas

  2. Pingback: Roteiro Nova York: primeira vez | Desfazendo as Malas

  3. Oi Monica achei ótimo o seu blog. Esse ano fazemos 20 anos de casados e programamos uma viagem para a Califórnia e Vegas. Já compramos as passagens para os dias 25 de setembro até 09 de outubro. Chegamos em SF no dia 25 e vamos descendo até Vegas. Vc teria alguma sugestão de quantos dias ficar em cada lugar? Pensamos em SF, Carmel, Santa Bárbara, LA e LV. Desde já agradeço. Ah! Meu marido e eu somos farmacêuticos também…