Muito além da roupa suja

Disneyland – sim ou não?

20121130_172532Já estive em Orlando oito vezes. Curiosamente, cinco dessas vezes foram depois de completar 18 anos. E olhe que nem tenho filhos ainda! Eu gosto muito, muito, muito dos parques do Walt Disney World e prefiro mil vezes passar o dia sentada num banquinho do Epcot tomando sorvete (ou kaki gori, ou chá gelado…), sem ir a nenhuma atração, do que passar o dia todo me acotovelando e recortando cupons em um outlet.
É natural, então, que eu tivesse alguma curiosidade sobre a Disneyland, o parque que começou tudo, o único que Walt Disney realmente viu em funcionamento. Cada um com tem uma opinião em particular, e resolvi descobrir qual seria a minha.

Eu costumo respeitar muito a minha preguiça. Se deixo de fazer alguma coisa por motivo de preguiça, é muito pouco provável que eu venha a me arrepender no futuro. Basta lembrar que “eu estava com preguiça” e pronto. Minha cabeça aceita como justificativa extremamente plausível.
Tudo isso para confessar que eu estava com muita preguiça de ir à Disneyland. Era caro, era meio longe (depois eu descobri que era relativamente perto de onde eu estava hospedada), ia levar um dia inteiro… Mas essa era uma das raras ocasiões em que eu sabia que iria me martirizar pelo resto da vida por não ter ido, vide parágrafo anterior.

20121130_091019-1

20121130_093714

Dada minha preguiça, decidi fazer somente um dos parques e escolhi a Disneyland. Não só por ser o original, mas porque me pareceu ter mais atrações diferentes das de Orlando e com opções mais interessantes também. O plano era ficar até o final do Fantasmic mas, quando cheguei lá e vi que o parque fecharia à meia-noite e que o Fantasmic seria só às 21h, nem levei muito a sério que aguentaria ficar até o final.
Sim, eu fui uma DESSAS pessoas. Eu sempre critico tanto as pessoas que não aguentam ficar no parque o dia inteiro e que vão embora antes do show! Mas, olhe, continuarei criticando, viu? Afinal, mesmo com algumas diferenças, não era como se o Fantasmic ou os show de fogos do castelo fossem conceitos totalmente novos pra mim. Se fosse minha primeira vez em um parque da Disney, eu com certeza teria ficado até o final.

Haunted Mansion temática de Natal: Nightmare Before Chirstmas. Muito legal!
Haunted Mansion temática de Natal: Nightmare Before Chirstmas. Muito legal!

Fui sozinha e isso acabou sendo a melhor coisa. Além de tornar o tour mais eficiente, peguei chuva o dia todo. Imagine a frustração do meu priminho de ir na Disney enquanto chove sem parar. Acabou que algumas atrações nem funcionaram em função disso.
Detalhe que tirei realmente a sorte grande, pois quase não chove em Los Angeles. Aliás, é muito evidente no planejamento do parque o tanto que levaram em consideração o índice pluviométrico da cidade. A maioria das atrações fica ao ar livre e, mesmo em atrações internas, não é raro que a área de fila seja descoberta. Isso é ruim porque além de ter que formar fila com guarda-chuva, você depois senta em um banquinho todo molhado.

Lá ainda tem Toontown!
Lá ainda tem Toontown!

Outra coisa mais técnica que eu notei, e que não fez o menor sentido, é que as coisas lá me pareceram mais espaçosas do que no Magic Kingdom. Não faz muito sentido porque, teoricamente, em Orlando eles tinham todo o espaço do mundo para construir o parque, né? Achei algumas atrações, como o Piratas do Caribe, menos amontoadas e as próprias ruas onde as pessoas caminham me pareceram mais espaçosas.

Castelinho, parque vazio, dia chuvoso... meio deprê essa foto!
Castelinho, parque vazio, dia chuvoso… meio deprê essa foto!

O castelo da Bela Adormecida é, ao mesmo tempo, melhor e pior do que de Orlando. Pior, porque ele não foi construído na benedecta perspectiva forçada; então não engana ninguém. Você espera um castelo imponente no final da Main Street mas, no final, até demora pra encontrá-lo, de tão pequeno e mesclado ao cenário. Porém-todavia-entretanto, o castelo da Disneyland acalenta o coração de todos os frustrados pelo castelo da Cinderela.
Quem já foi no Magic Kingdom já sabe. Você vai seco pra conhecer o castelo e, chegando lá, é só uma passagem com uma lojinha, um restaurante caríssimo e uns mosaicos na parede contando a história da Cinderela. O mosaico é lindo, mas eles não tornam a experiência menos frustrante para meninos e meninas de todas as idades. O castelo da Bela Adormecida é diferente! Você pode entrar numa portinha e ir seguindo por um corredor escurinho que vai contando a história do filme. Gostei demais!

20121130_171749

20121130_171935

20121130_172324

20121130_172414

A maioria das outras atrações iguais as de Orlando eram, ou idênticas, ou um pouco mais envelhecidas (Gente, eu não sabia que o Jungle Cruise conseguia ser mais tosco!). O Piratas do Caribe é bem mais legal na California, tem muito mais cenas, e tem também uma montanha-russa do Indiana Jones que todo mundo ama, mas que eu não pude ir porque estava fechada para manutenção. Aliás, essa e o Matterhorn (montanha-russa de trenó) são atrações que eu não entendo porque ainda não construíram igual na Flórida! Matterhorn é legal até com chuva!

Uma coisa que meu primo tinha comentado e eu, no princípio, não tinha levado muito a sério era sobre a escassez de personagens. Ok, choveu no dia que eu fui, mas mesmo olhando o Times Guide dá pra notar que realmente não é fácil encontrar personagens na Disneyland. Acho que essa abundância é só em Orlando mesmo.

IMG_3545
Nada de animatronics por aqui, apenas estátuas de elefantes
Atração que eu não fui porque não aguentava mais tomar chuva. O barquinho entra pela boca do Monstro.
Atração que eu não fui porque não aguentava mais tomar chuva. O barquinho entra pela boca do Monstro.

Agora, o grande destaque do passeio todo é a Space Mountain. Em Orlando, eu costumo chamá-la de Mrs. Mountain, porque é uma senhorinha, uma montanha russa bem velhinha. Aí, um dia resolveram fazer uma reforma super extensa, e o que aconteceu? Recauchutaram só a área da fila! Não… Na Califórnia, eles fizeram direito!! A Space Mountain da Disneyland é genial! Ela foi toda modernizada! Os trilhos são mais emocionantes, o ambiente é totalmente escuro e o carrinho é mais macio, não fica dando tranco! Foi a única atração que eu precisei usar Fast Pass e valeu cada minuto de espera (comendo pipoca).

IMG_3539
Tiki Room. É tosquíssimo, mas eu SEMPRE vou.

Apesar da chuva, o saldo foi positivo. Valeu muito a pena ter conhecido a Disneyland, mas eu não viajaria para a Califórnia só para isso. O Estado tem outras atrações bem exclusivas mas, uma vez lá, recomendo desafiar a preguiça e reservar dois dias do roteiro para passear nos parques. A vantagem é que o Disneyland Resort acaba sendo como um Greatest Hits do Walt Disney World, pois reúne as melhores atrações de todos os 4 parques de Orlando. Inclusive, é bem grande a oferta de parques temáticos lá na Costa Oeste, viu? Da próxima vez, eu fico uns 15 dias em Los Angeles e vou em todos!

 

Pesquise no Booking mais de 100 opções de hospedagem pertinho dos parques!

 

Uma resposta para Disneyland – sim ou não?

Deixe um Comentário