Muito além da roupa suja

Epcot – World Showcase

Epcot significa…

Epcot não significa nada! Mas até 1994, o parque se chamava EPCOT Center, assim, com letras maiúsculas. Este EPCOT significava Experimental Prototype Community of Tomorrow. Anos depois, descobri que Every Paycheck Comes on Thursday; você vai descobrir que Every Person Comes Out Tired.

A idéia original do Walt Disney era que o lugar fosse uma cidade de verdade, que funcionaria completamente com as novas tecnologias, conforme fossem sendo criadas; uma verdadeira cidade do futuro! Após a morte do Walt, a empresa decidiu que essa história de cidade do futuro provavelmente não seria assim tão entusiasmante, e resolveram criar ouro parque temático. O parque, no entanto, reflete um pouco das idéias e valores daquele EPCOT inicial, idealizado pelo Walt Disney.


O parque em si é dividido em duas grandes áreas: Future World e World Showcase.
Dentro de cada uma dessas áreas, encontram-se diversos pavilhões. É fácil perceber que o layout do Epcot é bem diferente do Magic Kingdom, as atrações ficam bem mais separadas entre si.

Epcot - World Showcase


Acesso

Além dos ônibus da Disney e do carro, pode-se chegar à entrada principal através do Monorail. Existe também uma entrada do outro lado, no chamado International Gateway. Lá existem barcos que fazem trajeto entre Epcot e Disney’s Hollywood Studios, parando pelos hotéis do Boardwalk no caminho. Também existe uma calçada ligando os dois parques, é uma caminhada de aproximadamente 30 minutos.

 

Quando você for, provavelmente irá começar pelo Future World porque, além de ficar mais perto da entrada, é a parte do parque que abre às 9h. O World Showcase só abre 11h. É o que geralmente faço, mas esse ano, inverti.

Epcot
11 da manhã e essa fila na catraca. Isso são horas, pessoal?

Como falei no post anterior, eu queria usar essa viagem pra aproveitar os parques da Disney ao máximo e isso significa “desde o primeiro dia”. Meu vôo chegou em Orlando às 9h e, graças à indústria farmacêutica que só me dá alegrias, eu havia conseguido dormir várias horas no avião (tenho muita dificuldade, mas isso não é assunto pra hoje). Já estava combinada com a minha mãe que ela iria me buscar no aeroporto e iríamos direto pro Epcot (levei short na mochila).

Cheguei em Orlando em um sábado de Sol, véspera do feriado que marca o início da temporada de verão (segunda-feira seria Memorial Day). Imaginei que os parques estariam bem cheios e, como eu não conseguiria chegar para a abertura, planejei passar o dia inteiro no World Showcase.

O Epcot é um dos melhores parques pra se visitar em dias lotados. Como ele é muito extenso, você não nota tanto o aglomerado (exceto no Ano Novo). Preferi me ater ao World Showcase porque é uma área mais passeio, com menos atrações, então não teria problemas de filas muito longas impactando a minha programação. Realmente funcionou! O único aspecto em que a lotação atrapalhou foi quando queríamos tirar fotos. Foi muito difícil não ter ninguém passando no mesmo plano.

Pirâmide maia no pavilhão do México.

World Showcase

Ao redor da World Showcase Lagoon existem pavilhões representando 11 países, com lojinhas, restaurantes, shows e atrações. Os mais próximos do Future World são Canadá e México, de forma que, não importa aonde você comece, sempre vai começar visitando um dos vizinhos dos EUA.

frozen_margaritas

Começamos pelo México. O calor estava grande então, a primeira coisa que fizemos foi comprar frozen margaritas. A segunda coisa que fizemos foi entrar na pirâmide, porque lá dentro tem ar condicionado. Os faraós maias eram exigentes, rs.

Dentro da pirâmide, tem uma paisagem noturna linda (e ar condicionado). Tem também a atração “Gran Fiesta Tour Staring the Three Caballeros. Os Three Caballeros vocês lembram quem são! Donald, Panchito e o nosso Jose Carioca (Zé para os íntimos). Eu gosto demais dessa pracinha! O cenário é tão perfeito que você até esquece que, do lado de fora, é meio-dia.

praça_mexico

Almoçamos na Noruega. Eles tem um restaurante Table Service (TS) que fica dentro de um castelo. Lembro quando era um cantinho meio underground, mas a Disney não gostou disso e transformou em refeição com as Princesas. Nem preciso falar que o preço subiu, as reservas ficaram difíceis (faça com 180 dias de antecedência) e etc. Mas não deixa de ser uma alternativa muito boa para quem não conseguiu reserva no Cinderella’s Royal Table. A comida do almoço e jantar são mais nórdicas, mas o café da manhã é o padrão americano mesmo (bom para a criançada mais chatinha pra comer).

Noruega
Noruega

Eu não almocei no Arkeshus, fomos na Kringla Bakeri of Cafe, que é a opção Quick Service (QS). Aliás, importante mencionar que todos os pavilhões não-USA oferecem pelo menos uma opção TS e uma QS. Os sanduíches da Kringla são muito bons, mas depois vou fazer um post só para a comida!

Balcão de sobremesas da Kringla
Balcão de sobremesas da Kringla

Pegamos um chá gelado na China (de manga, muito bom!) e passeamos pelas lojinhas de lá. O pavilhão chinês tem um filme muito bonito em  CircleVision (360º): Reflections of China. É bem curtinho, mas como ia demorar até a próxima apresentação, resolvemos dispensar dessa vez.

reflections_of_china

Em seguida, o pavilhão da Alemanha. Eles têm uma loja de brinquedos muito legais e também de cristais. Há poucos anos foi inaugurada a Karamel Kuche, que vende muitas guloseimas carameladas.

Alemanha
Alemanha

Passeamos também pela Itália. Nas lojas tem itens Ferrari, Bulgari e outras marcas italianas chiquérrimas. As máscaras venezianas são fabulosas, mas extremamente fora do meu orçamento  reservado para máscaras venezianas. Me contentei, e muito, em comprar um brinco de Murano. As jóias são lindas (ou bijouterias, não sei qual o caso aqui).

Itália
Itália

O pavilhão dos EUA é o mais engraçado, porque tem um nome super humilde: The American Adventure. Eu, particularmente, acho muito mais aventura ser brasileira, rs. Aqui, sim, só os corajosos! Enfim, no American Adventure tem um filme+teatro de animatronics que fala sobre o povo americano e a história do país. É legal se: você se interessa pela história dos EUA; você tá a fim de um cochilo esperto. Eu gosto dessa atração, mas são QUARENTA minutos, sabe? Meio tenso. Dei uma pescada ocasional, confesso.

Fife and Drum tocando canções patrióticas no American Adventure.
Fife and Drum tocando canções patrióticas no American Adventure.

Imperdível lá é o coral acapella Voices of Liberty. Também fique atento pois, dependendo da época do ano que você for, pode ter alguma apresentação especial no palco externo (coral de Natal, show de rock, etc).

voices_of_liberty

Uma coisa que me deixa feliz é o pavilhão americano ser antes do japonês. Ia ser meio de mal gosto colocar Alemanha, Itália e Japão um do lado do outro, eu acho. No Japão tem uma loja de departamentos enorme e uma área de exposições cujo tema vai variando. Se estiver calor, experimente um Kaki Gori (raspadinha)! Na parte externa também sempre tem alguma apresentação cultural japonesa. Tem uma tia que molda balas, tem aqueles tambores Taiko (?), é sempre agitado!

japao_epcot

Dentro da loja Mitsukoshi, você pode comprar uma ostra à sua escolha e descobrir se tem pérola dentro. É uma cerimôniazinha super fofa!
Dentro da loja Mitsukoshi, você pode comprar uma ostra à sua escolha e descobrir se tem pérola dentro. Eles fazem uma cerimônia muito legal!

O pavilhão do Marrocos é o que eu mais gosto! Vilarejo muito legal, com arquitetura baseada em Fez, Marrakesh e Casablanca. Dessa vez, descobri que a comida do Tangierine Cafe também é a melhor refeição QS que eu já tive!

morocco_epcot

Na França tem loja de perfumes, vinhos, e um filme de 15 minutos num cinema bem bonito: Impressions de France. A comida também é forte por aqui, são muitas opções de restaurantes e também barraquinhas de “rua”, vendendo crepes e drinks.

france_epcot

eiffel_epcot

Adoro que você tem que atravessar uma ponte para viajar entre a França e o Reino Unido. As lojas aqui também são muito legais (chás, brinquedos e souvenirs).

Pub, é claro!
Pub, é claro!
Desde quando tem esse desenho aqui? Bati o olho e já dei o maior chilique. Vocês sabem o que é, né?
Desde quando tem esse desenho aqui? Bati o olho e já dei o maior chilique. Vocês sabem o que é, né?

O Canadá é sempre famoso pelas paisagens ótimas! Descendo uma escada, tem outro filme em CircleVision, apresentado pelo Martin Short, que te deixa morrendo de vontade de ir pra lá!

O Canada!
O Canada!

Depois de terminar todos os países, voltamos ao Marrocos para jantar. O plano era assitir aos fogos na World Showcase Plaza, mas achamos um lugar muito bom na ponte que fica sobre o “Canal da Mancha”. A visão dos fogos lá é perfeita também e eu descobri que não é proibido ficar lá (fui até perguntar pra um CM). O que não pode mesmo, é obstruir a ponte, mas se vc ficar na grade (que é o melhor lugar), não tem problema. Demorou pro show começar, mas valeu a pena a quase uma hora de espera. A visão estava ótima!

epcot_night

illuminations

 

Vai para Orlando? Pesquise no Booking mais de 490 opções de hospedagem pertinho dos parques!

 

6 Respostas para Epcot – World Showcase

  1. Monica, eu faço parte do seu time, adoto EPCOT, o setor WorldShowcase pra mim é uma delícia, vale várias visitas. Ano passado tínhamos no roteiro repetir um dos parques Disney a definirmos depois de irmos em todos com as crianças e o escolhido foi EPCOT. juro que não influenciei! O post ficou muito bom, detalhado por país e com dicas legais de lugares onde comer.Bjs

    • Em casa sempre amamos, mesmo qdo bem pequena, era o favorito da minha irmã.
      O Epcot é a Glória Perez dos EUA! Todos os países a minutos de distância e o mundo inteiro falando inglês. 🙂
      Obrigada pela visita!

      Bjs

Deixe um Comentário