Muito além da roupa suja

Disney’s Animal Kingdom

O Disney’s Animal Kingdom (DAK) é o meu parque preferido e a minha opinião não é muito popular, porque este parque geralmente é o que as pessoas escolhem para cortar do roteiro.

Entrada do Disney's Animal Kingdom

A verdade é que a proposta aqui é realmente diferente. Se você quer ir em montanhas russas muito loucas e outros brinquedos radicais, talvez não vá curtir muito esse parque não. Aliás, talvez ache todos os parques da Disney meio sem graça.

Eu sou uma pessoa que sempre valoriza mais o contexto do que os trilhos então, pra mim, o DAK é disparado o melhor parque de todos. Os shows são maravilhosos, todos eles. A cenografia dos continentes é perfeita, você poderia jurar que as pessoas realmente moram lá. A Disney realmente se superou na atenção aos detalhes aqui.

O  DAK, inaugurado em Abril de 1998, é o parque mais recente da Disney e também o maior em área, mas grande parte dessa área é ocupada pelas reservas ecológicas. O design do parque é todo feito para que ele seja explorado num ritmo diferente, são várias trilhazinhas e você anda bastante entre uma área e outra, vai descobrindo regiões novas do parque, ou um viveiro que não tinha notado antes.

Apesar das impressões iniciais, esta mistura de parque com reserva ecológica definitivamente não é um zoológico, apesar de bastante dedicado à natureza e à conservação. Este diferencial do DAK pode ser notado nas menores coisas, como os canudos biodegradáveis. Até alguns anos atrás, não existia nenhum tipo de canudo ou tampa para copos no parque, para segurança dos animais. Também é o único parque que não apresenta fogos de artifício, nem no Ano Novo; tudo pelo bem estar dos animais que vivem ali.

Após passar pelas catracas, você caminha por trilhas onde existem vários animais como araras, peixes e babirusas. Depois, você fica de cara com a Tree of Life, o símbolo do parque, que possui mais de 300 animais esculpidos em seu tonco.
Pegue sempre um Times Guide ou fique de olho na app da Disney, para estar atento aos horários dos shows.

A vila de Harambe representa a África

 

África

Eu sempre vou direto para o Kilimanjaro Safaris! Dependendo da lotação do parque, vale dar uma corridinha para garantir um Fast Pass para a Expedition Everest. É um super desvio, mas vale a pena. Quase tudo no DAK é um super desvio.

rhino
No safári, o amiguinho do banco de trás te ajuda a encontrar o rinoceronte!

Esse safári é imperdível, você nunca faz um tour igual ao outro! Já ouvi dizer que é melhor que o safári pago que tem no Busch Gardens. Você passa por várias paisagens de savanas africanas com seus respectivos animais. Como falei em outro post, o ideal é fazer o safári bem cedo, pois os animais estão mais ativos antes do calor ficar forte. Dessa vez vimos várias girafas super pertinho! E também deu pra ver o leão, que é master preguiçoso e nem sempre conseguimos ver.

Não é minha melhor foto da girafa, mas nessa dá pra ver o quanto ela chegou super perto do caminhão.
Não é minha melhor foto da girafa, mas nessa dá pra ver o quanto ela chegou super perto do caminhão.

Na região da África, também tem a Pangani Forest Exploration Trail, uma trilha com vários animais africanos de floresta, não de savana, então estes você não encontra no safári. Por ser uma trilha, não tem filas e você faz em quanto tempo quiser. Destaque para os gorilas: são lindos e muito engraçados! Desta vez, tinha um pequenininho que só aprontava!

O conto de um mini-gorila aprontão, que roubou o prato do gorilão.
O conto de um mini-gorila aprontão, que roubou o prato do gorilão…
Brincou e brincou até que...
Brincou e brincou até que…
Gorilinha #chatiado
Gorilinha #chatiado

Talvez eu precise falar do Rafiki’s Planet Watch. Fui uma única vez lá.
Esta região fica mais afastada do parque, é acessível através de um trem que fica perto da saída da Pangani Forest. Sinceramente, a única coisa que vale a pena é o cenário da estação de trem, que é perfeito, como todos deste parque. Lá você encontra uma fazendinha onde as crianças podem fazer carinho nas cabras e etc, e também algumas outras atrações que falam sobre a conservação do planeta. Deixe para uma segunda (ou terceira, ou quarta…) viagem, tem coisas melhores para fazer neste parque.

Artigos de montanhismo em Anandapur, o vilarejo asiático.
Artigos de montanhismo em Anandapur, o vilarejo asiático.

 

Ásia

O tema dessa área é inspirado no subcontinente indiano e no sudeste asiático. É minha área preferida, porque é onde tem os tigres! Além desses gatões, também tem pássaros lindos na Maharajah Jungle Trek.

tigre_dak

Esse aí tava de boa no meio da galera
Esse aí tava de boa no meio da galera

A atração mais importante dessa parte do parque é, claro, a Expedition Everest. Essa montanha-russa simula uma excursão ao Everest em busca da verdade sobre a lenda do Yeti (Abominável Homem das Neves). Dei sorte de ganhar um FP extra de um outro visitante assim que saí da atração! Imperdível para qualquer pessoa! A região da fila retrata um vilarejo no Nepal em detalhes impressionantes!

asia_truck

Aliás, acho que vou parar de ficar falando sobre o tanto que todos os cenários do DAK são fenomenais mas, lembrem-se, sempre, todos são!

Como estava muito calor, eu e minha mãe estávamos loucas para ir no Kali River Rapids antes do almoço. Este passeio pelas correntezas de um rio asiático por molhar bastante, e eu fiquei semi-encharcada. Se estiver frio, não vá!

Uma atração que eu tenho a impressão de que não é muito conhecida, é o show Flights of Wonder. Uma pena, porque é muito legal e bem engraçado também (se você entende inglês). As aves treinadas fazer coisas inacreditáveis porque elas próprias são inacreditáveis. Essa é a parte que eu mais gosto do show, todos os “truques” mostrados fazem realmente parte do comportamento natural das aves. Nada de coruja andando de bicicleta por aqui.

flights_of_wonder

 

DinoLand U.S.A.

Meu show preferido de toda a Disney é o Finding Nemo – The Musical. A história do filme é contada em forma de musical, com canções inéditas compostas especialmente para esta atração. O engraçado é que, da primeira vez que fui (um dia após a estréia), não curti muito os bonecos, fiquei meio decepcionada. Mas, na segunda vez já apaixonei total! Recomendo entrar na fila uns 30 minutos antes do início do show.

nemo_musical

A outra atração dessa área que eu gosto é o Dinosaur. Você faz uma viagem sacolejante a bordo do Time Hover, que te leva de volta ao período Cretáceo, um pouco tempo antes de um grande meteoro atingir Terra! Caso tenho muita fila, pegue um Fast Pass. Foi o que fizemos.

Nessa parte do parque tem outras atrações também. Eu não sou o público-alvo de algumas, como a Triceratop Spin, o Dumbo-dinossauro; Fossil Fun Games, joguinhos que você ganha prenda, mas são pagos à parte; e o Boneyard, um tanque de areia pra criançada escavar fósseis. A Primeval Whirl é uma montanha-russa rotatória que eu já desisti faz tempo. Mas vale um passeio na vida, se você não tem labirintite.

dinoland

 

Camp Minnie-Mickey

A única atração que sobrou no Camp Minnie-Mickey é o Festival of the Lion King. Mas não tem problema, porque é a melhor mesmo! Trata-se de um show emocionante e divertido, com uma pegada circense, que apresenta as músicas que Elton John e Tim Rice escreveram para  o filme O Rei Leão. Procure chegar no teatro aproximadamente 30 minutos antes do horário marcado para a apresentação.

festival_lion_king

 

Discovery Island

A Discovery Island abriga a Tree of Life, que é o símbolo do parque. Como a localização é bem central, costumamos usar de coringa para uma espera de Fast Pass ou show de horário fixo. Dentro da árvore, tem o It’s Tough to Be a Bug, um filme em 4D apresentado pela formiga Flik, do Vida de Inseto. Eu gosto bastante desse filminho, sempre dou risada, o show tem algumas surpresas! Mas acho bom avisar que crianças muito pequenas podem ficam com medo em alguns momentos.

tree_of_life

Nas trilhas ao redor da árvore, você também encontra diversos animais, como flamingos e garças.
Todos os dias, às 15h45, tem a Mickey’s Jammin’Jungle Parade. Eu acho essa parada meio – totalmente – miada, mas a criançada às vezes gosta, né? Criança gosta de comer catota…

O DAK costuma fechar bem cedo, logo ao por do Sol, lá não tem Extra Maginal Hours noturnas mais, tudo pensando no bem estar dos animais.

Geralmente, depois desse parque, emendamos com um jantar no Rainforest Café, que fica perto da entrada do parque, ou passeio em Downtown Disney. Dessa vez, fomos pra celebration visitar uns amigos e jantamos num diner bem gostosinho de lá (esse aqui).

 

Vai para Orlando? Pesquise no Booking mais de 490 opções de hospedagem pertinho dos parques!

 

2 Respostas para Disney’s Animal Kingdom

Deixe um Comentário