Muito além da roupa suja

Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama

Foi nas lagunas altiplânicas que eu percebi um ponto negativo de visitar o Atacama: as fotos sempre saem feias. Talvez vocês discordem inicialmente, mas garanto que é a maior frustração.

lagunas altiplânicas

Na maior parte do tempo, eu até sei mexer na minha câmera. E não era enquadramento, nem exposição; não era velocidade e nem abertura. As fotos saiam certinhas, mas elas nunca conseguiam captar exatamente a maravilhosidade daquele lugar.

Modo de usar: imprima a foto em tamanho postar e cubra as paredes do seu quarto pra começar a entender esse lugar.
Modo de usar: imprima a foto em tamanho postar e cubra as paredes do seu quarto pra começar a entender este lugar.

Juro, é tão lindo que eu parecia uma imbecil tirando foto do mesmo lugar mil vezes. Toda vez eu olhava e pensava “Nossa, que lindo!”-CLIC! Porque é uma beleza que não cansa, não conforma, sabe?

Esse passeio também fizemos com a Grado 10. Àquela altura, já estávamos BBFs da Cláudia, nossa guia na maioria dos passeios.

IMG_8653

IMG_8664

IMG_8643
Laguna Miscanti. Sim, essa teve filtro, mas por pura incompetência da fotógrafa.

Saímos do hostel por volta das 6h30 e, dessa vez, deu tudo certo com a nossa marmita de café da manhã! Mesmo assim, a agência serviria café da manhã durante o passeio. Foram umas 2 horas de estrada até chegarmos nas lagunas Miscanti e Miñiques, essas lindas.

A laguna Miscanti é bem grandona e tinha um pouco mais de vegetação em volta dela, surgindo, daí, a necessidade de perímetro delimitado. Ora, vegetação + lagoa = fauna, então não é legal que a turistada alopre o ecossistema.

IMG_8665
Devo ter alguma tara inexplicada por fotos de estradinhas. Só nesse post, são umas 15.

Quando chegamos tinham umas vicuñas pastando(?) por lá, e foi o primeiro momento (de muitos) em que me arrependi de não ter levado a lente “de zoom” na viagem. Eu fico nessa muquiranice de peso e espaço na mala e depois quebro a cara.
Bom, a vicuña, pra vocês imaginarem (ou olharem no Google), pode-se dizer que é uma parente da llama. Me parece uma comparação legítima, afinal, tenho primas que são menores e menos peludas do que eu.

Depois de 36 poses na laguna Miscanti, caminhamos por uma estradinha até chegar na laguna Miñiques onde nosso caminhão (E o café da manhã! E o banheiro!). A estradinha é uma subida, então recomendo ir com muita calma, pra altitude não te esgotar. Eu estava absurdamente apertada para usar o banheiro e não corri. São 4120m de altitude, garanto que sua bexiga também entenderá.

IMG_8671

E foi com vista para a maravilhosa laguna Miñiques que tomamos nosso café da manhã. Dessa vez, um pouco menos sofisticado do que o do passeio ao Tatio. Mas o que deixou tudo mais precioso foi que éramos o único grupo por lá, então realmente aproveitamos a tranquilidade para tirar milhões de fotos e ficar boquiabertos com a beleza do lugar.

IMG_8687
Laguna Miñiques. Note como as fotos são apenas milimetricamente diferentes, é impossível não clicar o tempo todo. Ainda mais com uma estradinha dessas, rs.

Depois de alimentados, e antes de seguirmos para o próximo ponto interessante do passeio, é claaaaaaro que paramos num povoado no caminho! rs. Eu sei que, neste dia, visitamos o povoado Socaire e eu até me dignifiquei a descer do caminhão desta vez. Foi uma parada bem rápida, basicamente para tirarmos umas fotos da igreja deles.

O que eu achei realmente legal lá foi ver que eles fazem agricultura naquele esquema em degraus, como os incas faziam. E vi plantação de quinoa! Sempre quis saber se onde vem esse grão que eu gosto tanto. Aliás, quem gosta de quinoa estará bem servido no Chile. A maioria dos restaurantes têm muitos pratos com esse ingrediente.

IMG_8697

IMG_8691
A quinoa nasce como se fosse um trigo, e eles cobrem a planta com uma redinha roxa (é rede, não flor), mas não sei porquê.

Já vou adiantar aqui que, no final da excursão, antes de chegarmos em SPA, paramos também no vilarejo Toconao. Esse achei bem sem graça, cidade pequena normal. Mas o pessoal desceu pra comprar sorvete mesmo assim. Como não falaremos sobre eles, vamos direto ao que interessa.

Laguna Chaxa. Provavelmente batizada por algum fã (ignorante) da Xuxa.
Laguna Chaxa. Provavelmente batizada por algum fã (ignorante) da Xuxa.

A laguna Chaxa fica no salar do Atacama. E eu confesso que, inicialmente fiquei meio decepcionada com esse salar. Estava esperando aquela brancura sem fim, tirar fotos com perspectiva alterada e a coisa toda. E esse salar me pareceu meio… encardido? Fora o cheiro. Um cheiro meio de mangue, sabe?

Eu devia fazer look do dia com esse meu chapéu.
Eu devia fazer look do dia com esse meu chapéu.

Mas, abstraindo o cheiro, dá até pra curtir. Nessa lagoa tinha até que bastantes flamingos. O que nos falaram é que, como o verão já estava acabando, os flamingos já estavam indo embora naquela época do ano (fui em março).

IMG_8700
Esse é o sal encardido que falei. Essa parte é muito preservada, acho que por causa dos flamingos, então não pode andar livremente pelo salar, só nas áreas demarcadas.

IMG_8706

IMG_8707
Estou achando esse lugar bem mais bonito agora. Impressionante o tanto que o cheiro e o Sol ardido comprometeram meu aproveitamento na hora.

É uma paisagem bem diferente comparado com o resto todo do Atacama. Só não acho que seja um lugar super agradável pra fazer um picnic, hehe. (É sério isso. Perto da bilheteiria e dos banheiros, tem tipo uma varandinha com mesas e cadeiras em que as famílias européias ficavam curtindo um lanche).

IMG_8730

O passeio às lagunas altiplânicas não tem muito segredo. É longo e é alto, mas não demanda muito esforço físico, não. É incrivelmente lindo e, caso você tenha um roteiro apertado, eu recomendo NÃO cortar esse passeio. Foi das minhas paisagens preferidas de toda a viagem. Até por isso, nem tenho muito o que falar, só passar perrengue selecionando as fotos pra mostrar pra vocês. Porque tá aí uma tarefa difícil, viu?

 

Vai para o Chile? Pesquise no Booking mais de 2800 opções de hospedagem!


 

5 Respostas para Lagunas Altiplânicas e Salar de Atacama

Deixe um Comentário