Muito além da roupa suja

Tag Archives: west village

Artichoke Pizza: Almoço ao Quadrado

Artichoke Pizza
328 East 14th Street, New York (mas existem outras unidades)

Experimentar a Artichoke Pizza era algo que eu estava devendo a mim mesma havia muito tempo. Primeiro, fiquei curiosíssima quando passei em frente. Afinal, alcachofra é sempre genial! Depois vi a dica no livro da Didi (Wagner), em algumas listas de “Melhor Pizza de NY” e fui ficando cada vez com mais vontade.
Acho que não era nem uma da tarde quando entrei pela portinha da unidade do East Village. A variedade de sabores não é muito grande, mas que tipo de pessoa vai num lugar com esse nome e pede qualquer outro sabor de pizza? Eu não sou esse tipo de pessoa.

Pedi um pedaço da de alcachofra e uma garrafa de água; paguei uns 6 dólares, o que é mais que justo, já que o pedaço de pizza é enorme. Depois que você faz o pedido, o tio coloca no forno por uns dois minutos, pra dar uma esquentadinha. Optei por não comer minha pizza no balcão (tinha um cara sentado lá, vai que ele resolve conversar…), aproveitei que não estava muito frio naquele dia e fiquei sentada num dos banquinhos gambiarras do lado de fora.

Artichoke Pizza
Detalhe para o tamanho do pedaço, ele ocupa DOIS pratinhos.

A pizza é fantástica mesmo. Se tornou aquele item que eu vou ter que comer todas as vezes que for a NY durante toda a minha vida. Deus preserve essa franquia!
A massa me lembrou um pouco um pão italiano, ela tem uma casquinha bem crocante, até meio grossa, e por dentro é super macia. Acho que esse diferencial da massa é fundamental, porque a pizza não fica toda capenga e facilita para comer com a mão.
O recheio não é só aquela mussarela com alcachofra que a gente (no caso, eu) costuma comer no Brasil. Ele é, na verdade, como se fosse aquele dip (patê?) de alcachofra com espinafre, mas muito mais queijudo. É realmente um negócio muito bom, foram uns 10 minutos de pura alegria enquanto eu comia essa pizza.

Depois do almoço, passeei um pouquinho pelo bairro.
O problema de passear sozinha pelo East Village é que eu acho mais prudente andar meio resoluta, como se eu soubesse pra onde estou indo. Prefiro não olhar muito e não dar muita bandeira de turista-perdida-entusiasmada-com-cada-tijolinho, porque não acho muito seguro. Principalmente porque eu estava sozinha.
Em nenhum momento me senti ameaçada ou com medo, porque a maioria dos dingos lá são super paz e amor. O bairro parece esquisito, mas é super seguro, todo tipo de gente convivendo numa boa. Mas a gente nunca deve confiar 100% no bom senso de quem está sob efeito de substâncias, né? Se estivesse com mais gente, provavelmente teria turistado mais.

Voltei para o hotel umas 3 da tarde, e fiquei chocada que minha mãe e irmã ainda não tinham almoçado. Elas provavelmente perderam a hora dentro da Macy’s. Contei do meu almoço tão entusiasmada que elas decidiram abortar o plano do Sbarro e conhecer a “minha” pizza. Fui junto para mostrar onde era, mas elas decidiram não comer no balcão nem do lado de fora. Foram na portinha do lado, que funciona como um restaurante, com garçonete e tudo mais. O problema é que no salão eles não servem pizza por pedaço, só inteira. E a menor pizza tinha 6 pedaços. Estavamos em 3 pessoas… Aí já viu, né?

Artichoke Pizza
E agora todos entendem o título do post. 😉

 

Vai para Nova York? Pesquise no Booking mais de 800 opções de hospedagem na região!

 

Mapa do Cupcake – Episódio 5: NY Contra-Ataca

Antes das férias, passei muito tempo pesquisando novos cupcakes para eu experimentar.  Consegui comer em quase todos os lugares daquela lista! A idéia desse post não é fazer um ranking do cupcake, até porque eu não usei método científico nenhum para a “avaliação”, mas simplesmente deixar a minha opinião sobre cada um deles. Se você… Continue lendo…

Flanando por NY

Confesso que nos primeiros dias em Nova York eu estava meio azedinha. Fiquei meio enjoada de ficar vendo vestidos de noiva que a gente já sabia que não ia comprar. Me dava a maior aflição de pensar que existia toda uma cidade enorme do lado de fora da loja, cidade que eu poderia estar aproveitando.… Continue lendo…

Nova York – Bar Pitti

Eu fiquei super chocada quando a Simone disse que tinha se decepcionado com a comida do Da Silvano, cantina super baladada de Nova York. Poxa, era um dos restaurantes do meu roteiro! Por outro lado, isso serviu pra reafirmar minha certeza de ter feito a melhor escolha desde o começo: o Bar Pitti. Em todas… Continue lendo…